Polícia / Trânsito

Família de SP que morreu em acidente voltava de sítio em cidade de MS

A família de Presidente Venceslau (SP) que morreu em um acidente na noite desta terça-feira (07) em Santa Rita do Pardo, a 267 quilômetros de Campo Grande, voltava de um sítio na cidade sul-mato-grossense. Os três ocupavam uma van, que ao desviar de uma anta na MS-040, atingiu uma carreta. Lucas de Oliveira Ramos, 26 […]

Dayene Paz Publicado em 08/07/2020, às 18h05

Pai, mãe e filho morreram em acidente. Imagem: Divulgação
Pai, mãe e filho morreram em acidente. Imagem: Divulgação - Pai, mãe e filho morreram em acidente. Imagem: Divulgação

A família de Presidente Venceslau (SP) que morreu em um acidente na noite desta terça-feira (07) em Santa Rita do Pardo, a 267 quilômetros de Campo Grande, voltava de um sítio na cidade sul-mato-grossense. Os três ocupavam uma van, que ao desviar de uma anta na MS-040, atingiu uma carreta.

Lucas de Oliveira Ramos, 26 anos, seus pais Carlos Alberto Ramos, 63 anos, e Luzinete de Oliveira Ramos, 62, morreram no local. Conforme as informações divulgadas pelo Cenário MS, Lucas se formou recentemente em direito, sendo que a família era conhecida e querida em Presidente Venceslau.

Acidente

As vítimas seguiam em uma van, placas de São Paulo, quando o motorista tentou desviar de uma anta, mas atropelou o animal e acabou colidindo frontalmente em uma carreta com placas de Guaíra (PR). O acidente ocorreu a cerca de 15 quilômetros do perímetro urbano do município.

A carreta tombou às margens pista. O motorista da carreta, que estava carregada com caixas de pinga, ficou preso entre as ferragens, mas foi resgatado com ferimentos leves pelo Corpo de Bombeiros e está internado no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Santa Rita do Pardo.

No veículo também estava um cachorro, que fraturou uma pata e foi resgatado pelos bombeiros. A anta que foi atingida morreu.

A pista foi interditada nos dois sentidos, mas veículos de passeio utilizaram um desvio feito nas margens da estrada. No local ainda houve vazamento de combustível e toda a carga de pinga da carreta ficou espalhada na pista.

Além dos bombeiros, estiveram no local a Polícia Militar Rodoviária, Polícia Militar de Santa Rita do Pardo e Perícia Técnica da Polícia Civil de Três Lagoas. A prefeitura de Santa Rita do Pardo enviou para o local dois caminhões caçamba e uma pá carregadeira para retirar a carga de bebidas.

Jornal Midiamax