Polícia / Trânsito

Menina de 7 anos fica ferida ao ser atropelada por motocicleta na Vila Sobrinho

Uma menina de sete anos ficou ferida em um atropelamento, por volta das 10 horas, deste sábado (13), no cruzamento das avenidas Júlio de Castilho e Presidente Vargas, na Vila Sobrinho, em Campo Grande. O acidente envolveu um motociclista de 21 anos, que trabalha como piscineiro. O rapaz contou ao Jornal Midiamax que descia a […]

Wendy Tonhati Publicado em 13/10/2018, às 10h44 - Atualizado às 10h46

Criança desceu de veículo correndo e foi atropelada. (Foto: Fernanda Muller)
Criança desceu de veículo correndo e foi atropelada. (Foto: Fernanda Muller) - Criança desceu de veículo correndo e foi atropelada. (Foto: Fernanda Muller)

Uma menina de sete anos ficou ferida em um atropelamento, por volta das 10 horas, deste sábado (13), no cruzamento das avenidas Júlio de Castilho e Presidente Vargas, na Vila Sobrinho, em Campo Grande.

O acidente envolveu um motociclista de 21 anos, que trabalha como piscineiro. O rapaz contou ao Jornal Midiamax que descia a Presidente Vargas e, ao atravessar a Júlio de Castilho, acabou batendo na criança. Segundo ele, a mãe da menina estava em um veículo Renaut Duster e estacionou na via.

Conforme o motociclista, no carro estavam a mãe, a menina e outra criança. No momento em que a mulher estacionou o carro, a menina desceu correndo e atravessou a pista. A mãe então gritou pela filha, que tentou voltar e foi atingida pela motocicleta.

O motociclista estava em velocidade compatível com a via e a criança bateu a cabeça no veículo. A menina desmaiou por alguns instantes e teve um galo na cabeça, segundo o rapaz.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para atendimento médico.

O BPTran (Batalhão de Trânsito da Polícia Militar) esteve no local. Como o motociclista e a motocicleta estavam em dia com os documentos, foi registrado um boletim de ocorrência e ele foi liberado.

Segundo comerciantes da região outros acidentes já ocorreram no cruzamento nos últimos três meses, mas, este é o primeiro com vítima.

Jornal Midiamax