Polícia / Trânsito

Detran diz que radar que ‘trocou’ 30km/h por 80km/h teve falha no display

Aparelho já recebeu manutenção

Midiamax Publicado em 05/01/2017, às 21h27

None
123456_1.jpg

Aparelho já recebeu manutenção

O radar localizado na Avenida dos Poetas, no Parque dos Poderes, sofreu falha no display e por isso, alterou marcações de velocidade na tarde desta quarta-feira (4), conforme a assessoria de imprensa do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito). O aparelho assustou motoristas que passavam pelo local, tendo em vista, que as marcações chegaram a mais de 80km/h.

A reportagem indagou a assessoria de imprensa do Detran/MS sobre a situação e qual medida será tomada, que informou que o órgão estava ciente do problema e já havia encaminhado uma equipe técnica ao local.

Durante a fiscalização constatou-se apenas uma falha no display que informa a velocidade.

Em dezembro de 2016, o promotor de Justiça Marcos Alex Vera de Oliveira, do Gecoc (Grupo de Combate à Corrupção) disse que o MPE (Ministério Público Estadual) apurou que 22 equipamentos instalados para aplicar multas no trânsito em Campo Grande, como radares e lombadas, funcionaram irregularmente no período de julho de 2015 a abril do referente ano.

Marcos Alex disse que as falhas foram identificadas por meio de avaliações feitas em tais acessórios por técnicos do Inmetro. “Foi descoberto que a aferição destes equipamentos estava vencida”, disse o promotor.

À época, Marcos Alex informou, que o condutor deve tirar cópia da multa aplicada e se eventualmente pagou a conta enviá-la ao MPE, que investiga o caso. A ideia do promotor é juntar os papeis no procedimento de apuração já aberto.

O promotor disse que, provado a irregularidade, no caso o pagamento por multa aplicada por radar ou lombada com validade vencida, o condutor penalizado deve receber o dinheiro de volta.

Os equipamentos com aferições vencidas pertencem à empresa Perkons S.A. e o contrato que permite a atuação dela na cidade é da Agetran (Agência Municipal de Trânsito e Transporte).

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax