Mais uma loja em Campo Grande foi alvo da ação de criminosos ‘em marcha ré’. O estabelecimento de ferramentas e materiais para construção civil, localizado na Avenida Guaicurus, região do Jardim Campo Alto, foi invadido com um carro, na madrugada desta quarta-feira (15). O prejuízo é estimado entre R$ 40 mil a R$ 50 mil.

Gabriel Ferraz, proprietário da Faelo Ferramentas – (Foto: Alicce Rodrigues)

O proprietário da Faelo Ferramentas, Gabriel da Silva Ferraz contou que estava em casa, dormindo, quando foi acionado por uma vizinha que mora na região. “Ela quem nos ligou, porque acionou o alarme. A princípio, achou que fosse na loja de roupas do lado, mas aí saiu, porque ouviu o barulho, e viu que era aqui na Faelo”, explica.

Gabriel Ferraz conta que, pelas filmagens das câmeras de segurança, é possível ver que os criminosos tentaram entrar no estabelecimento, mas não conseguiram por causa da grade de proteção. Então, voltaram para o carro, saíram com o veículo e retornaram em marcha ré, derrubando a porta de vidro junto à grade de proteção.

As imagens de câmera de segurança flagraram a ação dos bandidos dentro da loja. Os três aparecem com o rosto descoberto e furtam os itens em cerca de 10 minutos. Segundo o proprietário da Faelo Ferramentas, os criminosos não parecem ser clientes da loja. “Temos uma clientela antiga de outros trabalhos que tivemos e não conhecemos esses homens”.

Entre as ferramentas furtadas, como baterias, serra mármore, furadeiras e outras para construção civil, e os danos físicos da loja, o prejuízo é estimado em R$ 40 mil a R$ 50 mil. “Eu e minha esposa viemos trabalhando muito. Juntamos um dinheiro de rescisão que tínhamos para receber, pagamos umas dívidas e abrimos aqui com o que sobrou. É um sonho nosso sendo colocado para baixo, mas tenho certeza que vamos nos erguer mais forte”, conta.

Loja destruída – (Foto: Alicce Rodrigues)

Na manhã desta quarta-feira, os estilhaços ainda estão no chão. O proprietário explica que já realizou boletim de ocorrência e espera a captura dos criminosos.

Ajuda

Quem quiser ajudar Gabriel e a esposa nesse momento difícil pode entrar em contato com o proprietário pelo número (67) 99148-0185.