A cidade de Sonora amanheceu nesta sexta-feira (15) com mais um episódio da guerra entre facções criminosas que têm assolado o município, localizado a 361 quilômetros ao norte de Campo Grande.

Desta vez, o cenário foi o Ginásio Municipal, que é vizinho de uma creche, onde o professor Jair Ferreira Jara, e um adolescente, identificado inicialmente como João Vitor, foram sumariamente executados.

Pela proximidade com a creche, os disparos deixaram os jovens atletas que estavam no ginásio e também toda comunidade escolar da creche totalmente em pânico. 

Segundo relatos da reportagem da rádio REC FM, uma das vítimas é professor de educação física e funcionário público, conhecido como Jair “Cabeludo”. 

Já a reportagem do site Idest, indica que os criminosos chegaram ao local de motocicleta, em perseguição ao jovem. O professor teria tentado intervir a entrada no ginásio, onde um grupo de crianças treinava futsal, e naquele momento também foi alvejado. Ambos morreram na hora.

Ao lado do corpo das vítimas, os criminosos deixaram recado em papel escrito à mão, indicando que a autoria do crime seria de membros de facção contra outra.

A Polícia Militar e a Polícia Civil deixaram o local no início da tarde e iniciaram as buscas contra os criminosos e investigação para identificar responsabilidades. Os corpos também foram retirados do local.

O município de Sonora tem registrado nos últimos anos crimes envolvendo a distribuição de drogas. As facções têm disputado territórios e tal disputa resultado em assassinatos recorrentes.