A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (12) a 2ª fase da Operação Capa Preta contra grupo criminoso de contrabandistas em Mato Grosso do Sul. As ações ocorreram em Três Lagoas, cidade a 323 km de Campo Grande.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão e bloqueio de bens em dois endereços de Três Lagoas, onde foram apreendidos um veículo, documentos, cigarros, celulares e mídias de armazenamento de dados. Um homem foi preso em flagrante por crime de contrabando.

Segundo a PF, alguns dos envolvidos transportavam, semanalmente, certa quantidade de cigarros de origem estrangeira.

A primeira fase ocorreu em junho do ano passado. Na ocasião, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão e um de prisão. 

‘Capa preta’

As investigações começaram após a prisão em flagrante de um dos investigados. Através dele, a polícia descobriu a associação de diversas pessoas para o cometimento do crime de contrabando.

Foi constatado ainda que na associação cada membro possui função própria, seja no financiamento, aquisição ou transporte das mercadorias contrabandeadas.

Nas comunicações entre eles, utilizavam a expressão ‘Capa Preta’ para avisar que a Polícia Federal estava realizando fiscalização no trajeto dos contrabandistas, fazendo, assim, que os transportadores optassem por caminhos alternativos.