A desencadeou nesta quinta-feira (22), a Operação Rota do Crime 3. O alvo é uma organização criminosa especializada no tráfico de entorpecentes e no comércio ilegal de armas de fogo.

As investigações, segundo a PF, tiveram início em novembro de 2022 com a de mais de uma tonelada de maconha e de cinco armas de fogo. O esquema tem origem em , na fronteira com Pedro Juan Caballero.

Ainda segundo as investigações, a organização criminosa se utiliza de um elaborado esquema criminoso, por meio de empresas de fretes terceirizados, para introduzir no país drogas e armas de fogo.