Pasta base de cocaína avaliada em R$ 3 milhões foi apreendida pela nessa sexta-feira (23), em . A estava escondida em um cilindro de compressor de ar e foi encaminhada para destruição.

Conforme a Receita Federal, os suspeitos abriram o cilindro, colocaram a droga – distribuída em 23 pacotes – e depois soldaram o compressor, que seria encaminhado por uma transportadora para Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

Segundo as informações, a droga foi encontrada com ajuda de cães farejadores e com aparelho de raio-x. A foi coordenada pela equipe de repressão ao contrabando e ao descaminho da Receita em Campo Grande.

A Receita Federal ressalta que a transportadora é idônea, não tem qualquer irregularidade na prestação de serviços e não possui relação com o entorpecente apreendido.