Paraguai e Brasil, por intermédio da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e também da Polícia Federal do Brasil, continuam com intervenções no âmbito da Operação “Nova Aliança 43”, desenvolvida nas florestas do Departamento de Amambay.

Nesta semana, os procedimentos foram acompanhados pelo ministro Jalil Rachid em florestas localizadas entre os departamentos de Amambay e Concepción.

Após 8 dias de incursões, com apoio de helicópteros da Força Aérea Paraguaia e da Polícia Federal Brasileira, os grupos táticos obtiveram localizaram 72 acampamentos desmantelados que estavam instalados em 209 hectares de cultivos de maconha.

A Nova Aliança aprendeu 39.810 quilos de maconha pronta. Levando em conta a área de plantações eliminadas, estima-se que mais de 700 toneladas de maconha foram retiradas de circulação.

O montante de drogas eliminadas ainda em fase de cultivo representa uma perda de lucros de aproximadamente 20 milhões de dólares, segundo informações da Senad.