Quatro pessoas foram presas em flagrante nesta terça-feira (27), durante uma contra fraude em medidor de elétrica, realizada em , cidade na região norte do Estado, a 194 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o delegado Edson Leandro Caetano dos Santos, titular da Delegacia de Civil de Rio Verde de Mato Grosso, os presos estão cadastrados na concessionária de energia elétrica como pessoas físicas, no entanto, um deles usava a unidade consumidora no local onde funciona uma pousada.

“Todos eles são pessoa física, mas um deles mantém uma pousada no local. Eles foram autuados em flagrante pelo furto de energia e encaminhados para a Delegacia”, relata.

Nenhum dos detidos confessou o crime. Durante interrogatório, os presos optaram pelo silêncio e não comentaram o caso. Eles permanecem na Delegacia de Rio Verde e devem passar por audiência de custódia entre hoje e quarta-feira (28).

A operação realizada pela Polícia Civil de Rio Verde de Mato Grosso conta com apoio de 12 equipes da Energisa, além de coordenadores. Ao todo, 40 unidades consumidoras serão fiscalizadas.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax entrou em contato com a Energisa para saber mais detalhes sobre as inspeções, além de informações sobre os riscos e prejuízos provocados por fraudes nos medidores de energia elétrica e foi informada de que um levantamento ainda está sendo realizado com a equipe local.