O funcionário de uma lotérica, em Antonio João, cidade a 318 km de Campo Grande, foi preso em flagrante por furto mediante fraude na segunda-feira (22). Ele retirava valores da conta de uma cliente da qual havia memorizado a senha. 

Segundo a polícia, a vítima, uma mulher de 35 anos, tinha na conta de seu benefício social do Bolsa Família R$ 1.152,42. Ela foi até a lotérica realizar um saque de R$ 750.

Depois do saque, ela voltou para casa e foi consultar o extrato no aplicativo, momento em que constatou que havia apenas R$ 0,42. Ainda consta que foram realizados dois saques simultâneos na mesma casa lotérica.  

A mulher ligou na delegacia e pediu a presença da equipe no local. Questionado, o funcionário alegou ser um erro de sistema e por isso ocorreu saques simultâneos. Ele foi levado para a delegacia, onde apresentou várias contradições, mas depois confessou o crime.

Disse ainda que não era a primeira vez que cometia o crime. 

Os extratos apresentados pela vítima mostram que foram subtraídos pelo menos R$ 3,2 mil da mesma mulher, sempre da mesma forma.

A investigação entendeu então que ele havia memorizado a senha do cartão da vítima, e cada vez que ela comparecia na casa lotérica, além do saque pretendido pela cliente, era realizado um segundo saque sem ela perceber.

Ele foi preso em flagrante e autuado por furto mediante fraude.

A Polícia Civil alerta à população que nunca repasse senhas para pessoas estranhas, bem como sempre confira extratos bancários logo após qualquer transação financeira.