O ladrão, de 32 anos, que furtou o carro, uma Parati, de cor vermelha, no bairro Coophatrabalho, em Campo Grande, e foi localizado pela Polícia Militar horas depois, disse que a chave estava dentro do veículo. Ele teve liberdade provisória concedida pela Justiça em audiência de custódia.

Conforme relato dele na delegacia, tem três filhos menores de idade e é usuário de drogas há mais de 20 anos. Tem passagens por furto e trabalha com .

Ele contou que visualizou o veículo estacionado próximo a uma esquina. Que o veículo estava com o vidro um pouco aberto e com isso resolveu agir. Disse ainda que usou a chave que estava dentro do veículo para ligá-lo.

Após, foi em direção ao se encontrar com um amigo, quando foram abordados pela

O amigo, de 33 anos, foi conduzido como testemunha. Ele contou que conhece o autor há um ano. Após se encontrar com o autor, foram até uma conveniência e que o intuito era usar drogas juntos, quando a polícia os abordou.

Durante a abordagem, os dois tiveram uma discussão, pois um deles não sabia que o veículo era produto de furto.

Imagens de câmeras de segurança flagraram a ação do ladrão durante o furto do veículo. O homem chega, para ao lado do veículo e tenta abrir a porta do passageiro dianteira, logo em seguida consegue entrar. 

Ele fica por cerca de dois minutos dentro do veículo até conseguir ligar e sair dirigindo.

Prisão

Por volta das 4h30 de terça-feira (16), policiais do 10º Batalhão da PM faziam patrulhamento no bairro Guanandi, quando encontraram o veículo estacionado de forma irregular na via. Ao se aproximarem perceberam que o veículo, com registro de furto, estava balançando a suspensão de um lado para o outro e logo constataram que havia dois homens mantendo relação sexual. 

dupla foi orientada a desembarcar e nada de ilícito foi encontrado com eles, porém ao serem checados foi constatado que ambos possuíam passagens pela polícia por diversos crimes.