Réu foi condenado a uma pena de 14 anos, três meses e cinco dias de reclusão, por tentativa de feminicídio, violação de domicílio e ameaça, em , cidade a 325 quilômetros de Campo Grande. Em julgamento, ocorrido na última quarta-feira (3), no Tribunal do Júri, o réu J. F. S. foi condenado a uma pena de 14 anos, três meses e cinco dias de reclusão, por tentativa de feminicídio, violação de domicílio e ameaça. O crime ocorreu no dia 25 de agosto de 2021, quando o acusado teria agredido violentamente a ex-mulher, M. J. R., em Três Lagoas.

O promotor de Justiça Luciano Anechini Lara Leite também solicitou que ele também fosse processado por roubo, pois teria subtraído a aliança da vítima enquanto ela estava desacordada, conforme confessou em plenário. O julgamento foi presidido pelo Juiz de Direito Rodrigo Pedrini Marcos.

O caso

A vítima, proprietária de um bar próximo à residência dela, foi surpreendida pelo ex-marido, com quem tinha duas filhas e estava separada há seis meses. Ele a teria agredido com chutes, socos e um fio elétrico de uma chapinha, além de cortar parte do cabelo dela.

As agressões resultaram em fraturas na mandíbula e no braço, também em hematomas nos olhos, lábios, maxilar e várias lesões na cabeça e no corpo.

A vítima gravemente ferida foi atendida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que a levou para o Hospital Auxiliadora.