Dois homens, de 25 e 35 anos, sendo um foragido da Justiça e outro que cumpre no regime semiaberto, foram presos com bloqueadores de travamento de carros em , conhecido como “Chapolin”. Segundo apurado, os dois são responsáveis pela prática de furtos no interior de veículos.

Os dois estava em um veículo Citröen com restrição por apropriação indébita no estado de São Paulo. Eles foram presos no Parque dos Poderes, em Campo Grande, por receptação e associação criminosa.

De acordo com a polícia, após alguns dias de análise de boletins de ocorrências de furtos em interiores de veículos em estacionamentos de supermercados, shoppings e via pública, verificou-se uma recorrência na prática criminosa dos autores utilizando um veículo Citröen C4 preto, automóvel este com restrição por apropriação indébita no estado de São Paulo.

Nesta sexta-feira (16), os investigadores do GOI receberam informações de que um veículo semelhante estava transitando, de forma suspeita, nas vias do Parque dos Poderes, local com bastante fluxo de veículos estacionados e foram até o local averiguar. O veículo Citröen estava parado na rua José Nunes da Cunha.

Ainda segundo a polícia, a viatura se aproximou, o motorista ligou o carro e tentou fugir do local, contudo sem êxito. Durante a abordagem, os policiais civis qualificaram os ocupantes do veículo, sendo que o motorista estava evadido do Sistema Prisional e o comparsa cumpre pena no semi-aberto.

Dentro do automóvel utilizado pelos autores foi apreendido um dispositivo conhecido como Chapolin, utilizado para bloquear as travas e alarmes veiculares, facilitando assim os furtos. Diante disso eles receberam voz de prisão em flagrante por estarem com carro com restrição criminal e por se associarem com o objetivo de cometerem furtos no interior de veículos. Eles foram conduzidos para a (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Comunitário do Centro Especializado de Polícia Integrada).