O homem de 38 anos espancado por vizinhos no Moreninhas II, na noite domingo (11), está em coma e a situação preocupa a família. Segundo o irmão da vítima, que preferiu não ser identificado, a chance de recuperação ‘é mínima’.

“Ele está muito mal, os médicos falaram que a chance é mínima”, lamentou o irmão. Segundo ele, “bateram muito na cabeça dele, ele perdeu muita massa encefálica”.

A família está abalada com a situação e passa por momentos difíceis enquanto aguarda atualizações do quadro do irmão. Conforme o irmão do paciente, um dos suspeitos já foi preso.

“A polícia prendeu um e está caçando os outros”, explicou. Por fim, disse que “os caras são covardes”.

O caso

O homem foi socorrido com TCE (Traumatismo Craniano Encefálico) grave após ser espancado com capacete e pedaços de madeira, na noite de domingo (11), durante uma briga de vizinhos na Rua Acariuba, no Moreninhas II, em Campo Grande.

Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para atendimento do homem que estava com grande hemorragia na cabeça. O irmão da vítima informou que o rapaz tem esquizofrenia e havia se desentendido com dois vizinhos, um de 37 e outro de 27 anos.

O vizinho alegou que a vítima teria partido para cima da dupla com uma barra de ferro, que causou ferimentos, momento em que houve a agressão com um capacete e o pedaço de madeira. Um deles fugiu e outro, de 27 anos, foi para delegacia prestar um boletim de ocorrência.

Ainda segundo a polícia, a vítima foi levada para a Santa Casa de Campo Grande em estado grave. O caso foi registrado como tentativa de homicídio qualificado por recurso que dificulte a defesa da vítima.