Um adolescente foi agredido a cadeiradas na cabeça por outra adolescente após brincadeira em uma escola municipal no Jardim Canguru, em Campo Grande, na tarde desta sexta-feira (19). 

Conforme apurado pela reportagem do Jornal Midiamax, os estudantes têm entre 12 e 13 anos. A adolescente teria agredido o menino com uma cadeira na parte da frente da cabeça. 

Ele reclamava de dores no queixo e foi encaminhado por equipes de resgate a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da região. 

A PM (Polícia Militar) e a GCM (Guarda Civil Metropolitana) foram acionadas para o local. 

Há informações de que os pais do adolescente vítima da agressão teriam optado por não denunciar a menina. 

Procurada pela reportagem, a Semed (Secretaria Municipal de Educação) informou que os alunos são do 6º ano e se envolveram em uma briga nas dependências da escola. A vítima não sofreu ferimentos graves, foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e já está em casa aos cuidados da família.

Os envolvidos e seus familiares também receberão acompanhamento psicológico especializado para lidar com os fatos e prevenir futuros conflitos.

“Infelizmente, durante a alteração, um dos alunos foi atingido por uma cadeira. Com a máxima prioridade, a escola comunicou os pais e responsáveis de ambos os alunos sobre o ocorrido, informando todos os detalhes da situação. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar atendimento ao aluno que foi atingido pela cadeira. Felizmente, ele não sofreu ferimentos graves e se encontra em casa sob os cuidados da família”, afirmou em nota.

Ainda segundo a secretaria, um boletim de ocorrência deve ser registrado pela PM para que o caso seja acompanhado.

“A direção da escola, ciente da seriedade do incidente, já havia implementado medidas preventivas para promover um ambiente escolar mais seguro e pacífico, como ações educativas com foco na resolução pacífica de conflitos, respeito mútuo e promoção da cultura de paz foram realizadas com os alunos”, reforçou.

A Semed também repudia a violência ocorrida no ambiente escolar. “A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) reitera seu compromisso inabalável com a segurança e o bem-estar de todos os alunos da rede municipal de ensino. Repudiamos qualquer tipo de violência e trabalharemos incansavelmente para criar um ambiente escolar seguro, acolhedor e propício ao aprendizado e ao desenvolvimento integral de todos os alunos”.

O espaço segue aberto para manifestações.

*Atualizada às 18h41 para acréscimo de informações