Filmagens mostram o carro de uma mulher de 35 anos, incendiado na noite de quarta-feira (29) em Campo Grande, no Los Angeles. O suspeito do crime, de 59 anos, foi preso e encaminhado para a (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Conforme o advogado Marcos Ivan, que atua na defesa do suspeito, foram identificadas por ele irregularidades no flagrante. “O mesmo foi preso em sua casa várias horas depois”, afirmou.

Além disso, o advogado explica que não há testemunha que tenha confirmado o que a vítima disse. “Depois, vítima e autor voltaram para a festa para beber cerveja juntos”, disse.

O homem, que é cigano e trabalha vendendo panelas e enxovais, teria importunado sexualmente a vítima. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima estava em uma confraternização.

Então, em determinado momento o homem teria tentado agarrar a vítima. Ela o empurrou e ele teria se revoltado, ateando fogo no carro da mulher.

Corpo de ainda foi acionado e familiares da vítima tentavam apagar o fogo com uma mangueira.