Localizada na Rua Abélia, no Bairro Moreninha, em Campo Grande, a loja de uma idosa, de 74 anos, foi alvo de quatro bandidos em menos de um mês. Com as tentativas de furto, a mulher agora trabalha sempre com medo.

Indignada e preocupada com a avó, a neta dela, de 27 anos, entrou em contato com o Jornal Midiamax para denunciar a situação. “É preocupante porque ela é idosa e isso a deixa com medo de trabalhar”, disse a jovem.

A primeira tentativa aconteceu na madrugada do dia 11 de fevereiro. Três jovens se aproximam do local e tentam desligar o padrão de para invadir, mas percebem a câmera e furtam o equipamento.

Já na noite deste domingo, dia 5 de março, um homem passa na frente do estabelecimento, percebe a câmera e decide invadir a loja pela lateral, pulando o muro de uma igreja que tem ao lado. Assista as duas situações no vídeo abaixo.

“Minha avó e meu tio, que mora com ela, ouviram os barulhos dentro da loja e chamaram a polícia, ele saiu correndo com produtos nas mãos, mas abandonou tudo para fugir pelos fundos. A polícia não conseguiu prender ele”, explica a jovem.

Segundo ela, em três anos de funcionamento nunca havia acontecido nada parecido. “Colocamos as câmeras para auxiliar no controle de clientes e segurança, mas nunca tínhamos precisado acessar as imagens assim. Minha avó está com muito de medo de continuar trabalhando”, detalha.

“Ela ficou indignada com a situação, porque trabalha duro desde sempre para conseguir sobreviver e aparecem essas pessoas com más intenções e deixam ela com medo”, finalizou a jovem. Quem tiver informações sobre os suspeitos pode acionar a polícia pelo número 190.

Saiba Mais