A Polícia Nacional do confirmou a identificação dos sequestradores mortos na manhã desta sexta-feira (24), na região de Cerro Corá, em Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com , no Mato Grosso do Sul. No local, houve troca de entre policiais e membro de uma quadrilha.

Um dos mortos é Hugo César Lazarte Argüello, considerado o líder da quadrilha sequestradora. Ele já era procurado pela polícia paraguaia por ter comandado o resgate de Teófilo Samudio, vulgo’ Samura’, que estava sob custódia, que resultou na morte do comissário Félix Ferrari. 

Hugo César, que é conhecido no mundo do crime organizado como ‘Tuka’i’ também é acusado por mais dois homicídios de policiais. Já o segundo morto é Claudio Torres Cubas, o ‘Kurepa’. Durante a operação, Cristian Served e Elgidio Salinas foram presos.

Durante o procedimento realizado no distrito de Cerro Corá na manhã desta sexta-feira (24) também foram apreendidas armas de fogo como pistolas e espingardas, além de celulares.

A Polícia Nacional investiga a participação da quadrilha no sequestro ocorrido recentemente no bairro Mafussi, onde um funcionário de um estabelecimento rural foi sequestrado e posteriormente liberado após pagar uma quantia em dinheiro.

Essa mesma quadrilha, segundo a Polícia Nacional, também pode ser responsável pelo rapto do brasileiro de 74 anos, juntamente com o seu capataz e o filho. O crime aconteceu em dezembro de 2022, no bairro Mafussi. Os reféns também foram libertados após familiares pagarem resgate de 40 mil dólares.