No dia que a morte de Thiago Santos Freitas, de 33 anos, completa uma semana, no próximo sábado (7), a família e amigos do empresário vão realizar uma manifestação pedindo justiça por ele.

Indignados e com medo da impunidade, a ideia surgiu nesta terça-feira (3) depois da notícia de que o assassino confesso de Thiago se apresentou à polícia e saiu pela porta da frente da delegacia na segunda-feira.

O autor do crime não teve o nome divulgado para não atrapalhar as investigações, de acordo com a Polícia Civil. Ele prestou depoimento, entregou a arma utilizada para matar Thiago e foi liberado.

“Quero justiça pelo meu esposo, pai e filho que ele era! Foi uma covardia sem tamanho, dois tiros na cabeça sem poder se defender. Esse mostro tem que pagar por destruir nossa família nossos sonhos. Foi muita injustiça ele sair pela porta da frente assim”, desabafou Rosenilda Padilha, esposa de Thiago.

A manifestação acontecerá no sábado (7), às 18 horas, na frente do Santuário Estadual Nossa Senhora Perpétuo Socorro, localizado na Avenida Afonso Pena, após a realização da missa de sétimo dia.

Familiares divulgam manifestação nas (Foto: Reprodução/Instagram)

O crime
Thiago foi assassinado por volta da 1h de domingo na cidade de , a 300 km de Campo Grande. No local, testemunhas contaram que a vítima estava em uma caminhonete com a família quando se desentendeu e passou a discutir com um pedestre que passava pela via.

Durante briga, os ânimos se exaltaram e o motorista desceu do veículo. Ao se aproximar do suspeito, foi surpreendido e baleado duas vezes na cabeça.

Thiago não resistiu aos ferimentos e morreu no local, mas o atirador conseguiu fugir. O caso foi registrado como homicídio simples.