A Semed (Secretaria Municipal de ) informou que abrirá uma sindicância para investigar o caso de estupro cometido contra uma criança de 4 anos, em uma Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) no início deste mês em . A suspeita é de que a da creche seja a autora do crime.

Após tomar ciência da denúncia e dos fatos ocorridos, a confirmou a instauração da sindicância, por meio de nota, na tarde desta terça-feira (29).

“Será instaurado o processo de sindicância administrativa para averiguação dos fatos, tomará medidas e aguardará a tramitação de todo o processo e em cumprimento da medida protetiva emitida pelo judiciário, a secretaria de educação ressalta ainda, que não compactua com qualquer situação que cause danos aos alunos e está à disposição para contribuir com a investigação”, diz a nota.

Ainda segundo o órgão, a professora foi afastada das funções na última semana

Abuso na creche

Conforme o registro policial, no último dia 10 de agosto, a criança relatou à mãe que estava sentindo dor ao urinar. Dias depois, após o banho, a criança reclamou de dor novamente e a mãe descobriu o crime. 

A criança ainda relatou que a professora colocou sua cabeça no vaso sanitário do banheiro, realizando uma cambalhota com a menina, deu descarga e disse que iria jogá-la na piscina sem boia. A professora pediu que a menina guardasse segredo, ameaçando dar uma surra na mesma.

A criança passou por exames periciais, que constataram lesões na região íntima. A mãe pediu medidas protetivas com urgências para a filha.