Duas pessoas foram presas na noite dessa sexta-feira (8) em uma casa noturna de Dourados. Segundo ocorrência policial registrada na Depac (Delegacia de Pronto atendimento Comunitário), a é acusada de injúria racial.

O caso ocorreu por volta de 23h40 na casa noturna que fica localizada na rua General Osório. Segundo consta no registro policial, o rapaz de 22 anos tentou furar a fila para entrar no estabelecimento. 

Ele teria sido instruído pelos seguranças para aguardar no fim da fila antes de acessar o local. Houve discussão e, conforme a denúncia, ele teria primeiramente xingado uma mulher que também trabalhava no local, de “gorda nojenta”.

Em seguida, o colega dela de 31 anos, que também atua na portaria, repreendeu o jovem e foi alvo de frases preconceituosas: “preto seboso; gordo nojento; pobre da senzala”. 

A foi acionada e encaminhou o rapaz até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário). 

Um amigo do acusado, identificado 26, chegou e começou a desacatar os funcionários que atendiam a ocorrência e também acabou preso. 

Ambos foram encaminhados para uma das celas da Depac e não tiveram fiança decretada. Eles passarão por audiência de custódia neste sábado (9) e responderão por injúria, desacato e desobediência. Um deles também será autuado pelo crime de racismo.  

Saiba Mais