Proprietário rural foi autuado em mais de R$ 3 mil por queimar lareiras em período proibido na zona rural de , cidade a 141 quilômetros de Campo Grande, nesta quinta-feira (30). De acordo com a polícia, equipe realizava fiscalização ambiental nas propriedades rurais do município realizando orientação contra a queima controlada, quando avistaram uma fumaça em uma propriedade localizada a 12 quilômetros do centro da cidade.

Ainda de acordo com a polícia, durante a utilização de programa que utiliza imagens de satélites na detecção de focos de calor, a equipe PMA identificou a propriedade e a data da queima.
No local onde localizou várias leiras queimadas, algumas ainda com restos de material lenhoso nativo e ainda emitindo fumaça. No local foi realizada supressão da vegetação com autorização do órgão ambiental competente. Também foi apresentada autorização ambiental para queima, porém, a queima controlada está proibida no Estado de até 31 de dezembro de 2023, inclusive, com de autorizações concedidas anteriormente à Portaria publicada no dia 14 de julho deste ano.

O infrator, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e multado em R$ 3.334,10 pela infração ambiental cometida. Ele também poderá responder por crime ambiental de atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental, com de um a seis meses de detenção.

Saiba Mais