Três policiais penais que trabalham na (Penitenciária Estadual de Dourados) foram denunciados nesta quinta-feira (30) pela 1ª Vara Criminal de Dourados. A medida foi adotada pelo promotor de Justiça, João Linhares.

Na ação penal apresentada o promotor de Justiça ressalta que os três policiais penais denunciados estavam mancomunados para introduzir entorpecentes, munições e aparelhos de telefone celular dentro do estabelecimento penal de segurança máxima.

Ainda segundo o promotor, as prisões preventivas de dois dos acusados foram postuladas, uma vez que deles, deles já estava preso provisoriamente desde o início das investigações. O ministério Público também os réus percam os cargos públicos que ocupam.

Segundo a denúncia, “os envolvidos vulneraram contra princípios constitucionais e legais que regem a Administração Pública, sobretudo aqueles que se encontram no art. 37, caput, da Constituição Federal”.

Os denunciados responderão por tráfico de drogas, associação para o tráfico, comércio clandestino de munições e introdução de celulares dentro de estabelecimento penal”.  Além disso, os policiais irão responder por tráfico de drogas, associação para o tráfico, comércio clandestino de munições e introdução de celulares dentro de estabelecimento penal.

Saiba Mais