Nesta quinta-feira (30), homem foi preso em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, por armazenar conteúdo de pedofilia. Ele foi alvo de um mandado de busca e apreensão e acabou detido em flagrante.

Conforme a Polícia Civil, equipe da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) foi até a casa do suspeito, no Jardim Mônaco. O homem era suspeito de armazenar fotos e vídeos de conteúdo de pedofilia.

Esse material foi baixado e compartilhado em arquivos na internet. Com o mandado de busca e apreensão, acabou sendo feita a prisão em flagrante do investigado. Isso, porque no notebook e celular foram encontrados vários arquivos dessa natureza.

Os investigadores também identificaram que o homem usava um perfil falso no aplicativo Messenger. Através deste, ele interagia com crianças e adolescentes, trocando fotos retratando cenas de nudez.

Assim, o suspeito foi indiciado por adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Além disso, o homem também responderá por disponibilizar material de pornografia infantojuvenil para um usuário do aplicativo Telegram. O fato aconteceu em dezembro de 2022, não configurando flagrante, no entanto.

Se condenado, o suspeito pode receber pena de reclusão de até 10 anos, pelos dois crimes cometidos.