Um plano de fuga de membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) foi descoberto na penitenciária de , na fronteira com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Em 2020, 79 membros do PCC fugiram da penitenciária.

A intervenção na penitenciária ocorreu neste depois da descoberta do plano. Relatórios da inteligência descobriram a tentativa de fuga em massa quando por evidências videográficas perceberam mudanças na do pavilhão A. 

Segundo o site ABC Color, a intervenção é feita com membros do Grupo de Reação de Agentes Penitenciários. Em 2020, 79 membros do PCC fugiram da penitenciária.

https://www.youtube.com/watch?v=xzmR7OUGY20

Fuga de 79 membros do PCC

Na madrugada do dia 19 de janeiro de 2020, um domingo, 75 detentos do Presídio de Pedro Juan Caballero fugiram após escavarem um túnel que ligaria o Pavilhão B até a área externa. A princípio todos os detentos eram membros do PCC e apenas um não teria conseguido escapar.

O Ministério Público do Paraguai assegurou que o bando construiu túnel da fuga em sete dias e levou aproximadamente três horas para escapar. Em uma das celas do presídio foram encontrados 200 sacos com areia do túnel escavado.

Dos presos que fugiram, 40 seriam brasileiros e 35 paraguaios. A maior parte dos fugitivos brasileiros saíram pela porta da frente da prisão e não utilizando o túnel.