Além de atuar como agente no sistema prisional de Mato Grosso do Sul, o policial penal flagrado com 300 quilos de maconha nessa segunda-feira (30), em Dourados, também é pastor de uma igreja evangélica tradicional da cidade.

O agente também era convidado com frequência para ministrar palestras de prevenção contra o uso de drogas. Em agosto, o pastor, que era formado em teologia, falou para um auditório lotado sobre conscientização, prevenção das drogas e da criminalidade.

De acordo com informações, na casa dele foram encontrados aproximadamente 300 quilos de drogas. Ainda conforme apurado, policiais militares do DOF (Departamento de Operações de Fronteiras) faziam campana próximo à casa do policial penal, em Dourados.

Ele então foi abordado no momento em que chegou a sua residência. Dentro da casa, os policiais encontraram a droga, sendo aproximadamente 290 kg de maconha e 3 kg de cocaína, até o momento.

A ocorrência está em andamento. Ainda conforme apurado, o policial penal era lotado em Nova Andradina e depois foi transferido para a PED (Presídio Estadual de Dourados). Já havia suspeita de que ele se envolvia com o tráfico de drogas. Após a prisão e flagrante, ele será trazido para .

Saiba Mais