A polícia foi chamada a uma escola municipal, em Campo Grande, nessa terça-feira (28), após uma menina de 3 anos contar que o pai a teria estuprado. O fato foi relatado a uma . O caso será investigado pela DEPCA ( de Proteção à e ao Adolescente).

A diretora da escola acionou a polícia militar, após a criança se recusar a tomar banho na unidade escolar, dizendo que estava sentindo dores nas partes íntimas para a professora. A menina revelou que seu pai teria passado as mãos no corpo dela. 

O Conselho Tutelar também foi acionado e a criança junto da bisavó levada para a delegacia. Informações são de que a guarda da menina foi transferida para o pai pela mãe da criança. 

Em setembro de 2022, um boletim de ocorrência foi registrado junto a delegacia por estupro de vulnerável, em que a menina era vítima e o pai apontado como autor. 

Na ocorrência, foi relatado pela menina que o pai fazia ‘brincadeiras’ com ela passando as mãos no corpo dela. O relato foi feito para as professoras da escola. Na época, devido a pouca idade, a menina não conseguiu verbalizar os fatos na presença da psicóloga da delegacia. 

Saiba Mais