Continua desaparecido, desde o dia 30 de agosto, Wesley Rezende Garcia, conhecido como ‘Lobão’. Ele foi visto pela última vez, em sua chácara, na cidade de Costa Rica, a 330 quilômetros de Campo Grande. Na manhã desta segunda-feira (11), a irmã de Wesley disse ao Jornal Midiamax que a última vez em que ele foi visto estava com a atual companheira, de aproximadamente 50 anos.

As buscas estão sendo realizadas pelos familiares e por policiais civis, que estão usando drones, que sobrevoam as imediações da Chácara Recanto Feliz, com cerca de dois hectares, que pertence a Wesley.

Geslane Rezende Garcia, de 44 anos, irmã de Wesley, disse que a chácara está em nome da mãe deles, e que objetos da casa de Wesley estão revirados e alguns quebrados, desde o desaparecimento do irmão. Ela ainda falou que Wesley tem problemas de saúde, tem epilepsia e convulsões e também problemas com o alcoolismo, mas disse que ele nunca ficou dias desaparecido como atualmente.  

“A gente desconfia que a mulher pode ter alguma participação no sumiço do meu irmão. Ela chegou na casa da minha mãe procurando pelo meu irmão e depois disso desapareceu. Ela foi embora com um motorista de aplicativo e depois não vimos mais ela”, disse Geslane. De acordo com ela, Wesley teria começado um relacionamento com a mulher há cerca de quatro meses, mas que os familiares de Wesley não conheciam a namorada. Ela teria falado aos familiares que seria da cidade de Alto Garça, no Mato Grosso.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica. Agentes da polícia estão realizando buscas nas matas da região. A família pede ajuda para encontrar Wesley, o ‘Lobão’. Quem tiver informações, pode entrar em contato pelo telefone: 9 9909-2011.