Mais de 250 pessoas foram presas durante a 3ª Edição da Operação SULMaSSP realizada em parceria entre as polícias de e dos estados de São Paulo, Paraná, e Rio Grande do Sul. Durante as ações integradas foram apreendidas 56 toneladas de drogas, 424 armas, 4.508 veículos irregulares, além do cumprimento de 422 mandados de apreensão.

O relatório final da operação, realizada entre os dias 5 e 13 de novembro, foi divulgado nesta quinta-feira (16), pela Sejusp MS (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul).

As ações contaram com a participação de 28.028 agentes dos cinco estados, 9.882 viaturas, 13 aeronaves, 33 drones, 153 cavalos e 28 cães. O objetivo é fortalecer a repressão de crimes nas regiões de fronteira e nas divisas estaduais com ações conjuntas entre as polícias, considerando a troca de dados e de conhecimentos relacionados à inteligência policial e aos interesses operacionais.

“O SULMaSSP é esse bloco de estados, cujos secretários de segurança se uniram para enfrentar os crimes transfronteiriços, não só na porta de entrada do Brasil, através da fronteira com e Bolívia, mas também os estados que sofrem o reflexo daquilo que passa por nossas fronteiras cruzando as nossas vias e rodovias”, destacou o titular da Sejusp, Antonio Carlos Videira.

A 3ª Edição da Operação SULMaSSP foi tratada durante o 3º Encontro Estratégico da Segurança Pública, realizado em setembro, onde foram debatidas formas de combate aos crimes nas fronteiras e divisas dos cinco estados.