Por meio de monitoramento, promovido por Agentes Especiais da Senad no Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi, remessa de mais de 13 mil compridos de foi interceptada na manhã desta quarta-feira (8).

A droga teria sido encaminhada da Suíça e estava escondida em meio a ração de peixes. O material apreendido foi analisado pelos agentes do aeroporto paraguaio.

Segundo informações da Senad, destino recorrente das drogas sintéticas é a tríplice fronteira de onde são redirecionados os envios para e Brasil. O custo regional desta remessa específica pode chegar a 130 mil dólares.

O ecstasy é considerado uma droga recreativa e conta com metilenodioximetanfetamina como princípio ativo. Esse ativo tem o poder de aumentar o estado de euforia, além de trazer sensação de prazer e felicidade ao usuário, de acordo sites especializados. 

Apesar de ser uma droga que oferece sensações positivas ao usuário, o ecstasy é extremamente perigoso, capaz de causar desidratação e elevação da temperatura do corpo. Em alguns casos, o uso desse tipo de droga pode causar derrames cerebrais e morte.