Ação coordenada entre a Diretoria de Inteligência e os escritórios regionais da Senad de Salto del Guairá e Caaguazú permitiu o desmantelamento de uma organização de produção, coleta e tráfico de drogas voltadas para o mercado brasileiro.

O primeiro procedimento aconteceu na área da Colônia Yuruti, Departamento de Caaguazú, onde os Agentes Especiais da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) interceptaram um caminhão que transportava aproximadamente 3,5 toneladas de maconha prensada

Dois ocupantes do veículo tentaram fugir com carga ilícita, mas após perseguição dos agentes da Senad perderam o controle e capotaram. A dupla, de 26 e 36 anos, tem antecedentes por crimes ambientais e também por roubo, respectivamente.

Outro grupo operacional deslocou-se para o povoado de Pira Verá, distrito de Vaquería, no Departamento de Caaguazú, onde procedeu à busca em uma residência ligada à estrutura criminosa. No local, foram apreendidos 5.133 quilos de maconha prensada. Homem de 34 anos foi preso no local.

As intervenções foram coordenadas pelo procurador Fermín Segovia, da Unidade Especializada de Combate ao Narcotráfico de Caaguazú. Durante o desenvolvimento das ações, houve apoio de membros da Polícia Nacional e da Terceira Divisão de Cavalaria de Curuguaty para reforçar a segurança.

Segundo informações apuradas pela Senad, o destino das cargas apreendidas seria o Brasil, onde facções criminosas ficariam encarregadas da comercialização final. O valor da carga no país vizinho está estimado em US$ 1,5 milhões de dólares.

Saiba Mais