A Polícia Civil esclareceu um homicídio e prendeu o assassino nesta quarta-feira (18), em Campo Grande. O crime aconteceu em dezembro de 2022 no , quando Gidimauro da Silva Carvalho foi morto com seis .

O homicídio foi elucidado por investigadores da 5ª Delegacia de Polícia Civil. Na manhã do dia 12 do mês passado, Gidimauro foi encontrado no quintal de um imóvel, apresentando perfurações decorrentes de projéteis de de fogo.

Investigações policiais apontam que o crime foi motivado por dívida de drogas. Na delegacia, o assassino confessou ter matado Gidimauro, mas alegou legítima defesa.

Segundo o autor, ele estaria próximo à casa onde mora e levava uma pistola na cintura. Ele foi informado que a polícia estaria realizando rondas pela região e resolveu ir até residência para guardar a pistola.

O suspeito relatou que flagrou Gidimauro tentando entrar no imóvel. O suposto autor sacou a arma e apontou para a vítima, que teria obedecido às ordens, chegando a levantar as mãos para cima.

Ainda conforme o depoimento, mesmo após se render, a vítima teria partido na direção do suspeito, que, então, atirou cerca de seis vezes contra Gidimauro.

Diante dessa versão apresentada pelo autor, indiciado por porte irregular de arma de fogo e homicídio, foram determinadas diligências visando apurar a veracidade da tese de legítima defesa, que apresentou várias inconsistências, bem como apreender a pistola calibre 9 mm que, segundo ele, foi extraviada durante a fuga.