Uma perseguição entre a de Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande, e um homem acabou com Juliano Ferreira Falcão, de 32 anos, morto com dois tiros. Ele teria avançado para cima dos militares com uma faca.

A perseguição começou por volta das 4 horas da madrugada desta segunda-feira (20), quando Juliano fugiu dos policiais e tentou se esconder em uma residência. O morador deixou os policiais entrar, momento em que encontraram Juliano tentou se esconder em um dos cômodos.

Ele estava armado com uma faca. Foi pedido para que ele largasse a faca, mas Juliano não obedeceu à ordem e foi em direção aos policiais, que dispararam duas vezes, o atingindo.

Ele foi socorrido e levado para o hospital. Mas devido aos ferimentos, Juliano não resistiu e morreu. As armas dos policiais foram apreendidas.