Um homem de 32 anos, de nacionalidade paraguaia, foi preso na noite desta quinta-feira (23), no quilômetro 4, na MS-164. Ele é acusado de de vulnerável. A vítima é uma criança de 9 anos, e reside em Pedro Juan Caballero.

Ele conduzia um veículo GM Spark, com placas do país vizinho e estava acompanhado por uma criança. De acordo com a Polícia Militar, os agentes estavam na rodovia, quando avistaram o carro trafegando em território nacional.

Ao visualizar a viatura, o motorista realizou manobra de retorno a Pedro Juan Caballero, o que chamou a atenção dos militares. Durante a abordagem, foi constatado que já havia um mandado de prisão em aberto.

O motorista disse aos policiais que a criança era sua amiga, porém, ele não sabia onde ela morava, o que levantou ainda mais a suspeita dos policiais. Ao ser revistado, foi encontrada com o paraguaio a quantia de G$ 1.022.000 guaranis.

O Conselho Tutelar foi acionado e todos foram levados para a delegacia de Polícia Civil. Conforme a ocorrência, a criança disse para os policiais que morava no Paraguai, e que estava em uma , comendo pão, quando o homem chegou e lhe ofereceu carona até sua casa.

Ao entrar no carro, o indivíduo seguiu em direção ao Brasil, e num determinado momento, ele passou a apertar e molestar a vítima, agindo com violência e lhe oferecendo em troca de sexo, ainda de acordo com o registro policial.

A criança também relatou aos policiais que homem travou as portas do carro para evitar que ela fugisse. O autor deverá responder por estupro de vulnerável, fato este que será investigado pela Polícia Civil. O caso também já foi comunicado às autoridades paraguaias.