Na última semana, mulher de 27 anos denunciou caso de estupro de vulnerável que sofreu em um consultório odontológico. Dentista de , a 444 quilômetros de Campo Grande, seria o autor do crime.

Segundo detalhado pela vítima, ela foi ao consultório com o marido, mas entrou sozinha na sala para atendimento. Então, foi submetida a dois procedimentos anestésicos, sendo que ficou bastante sonolenta.

Apesar disso, ela afirma que estava consciente durante todo tempo. Inclusive, viu o momento em que a auxiliar do dentista saiu da sala e ficou sozinha com o dentista.

Conforme o site Folha MS, a vítima não conseguia se mexer, nem falar, mas estava consciente. Ela afirma que foi abusada sexualmente pelo dentista, de várias formas.

Depois, a auxiliar voltou para a sala e foi feito o atendimento. Assim que deixou o consultório, a vítima contou sobre o ocorrido ao marido e eles procuraram a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher).

O caso é tratado como estupro de vulnerável e está em investigação.