Uma suposta negociação de drogas por um veículo em , a 457 quilômetros de , acabou no assassinato de Cleniton Rigonato, de 34 anos, na última segunda-feira (4). A vítima foi decapitada.

A polícia foi acionada depois que uma testemunha encontrou o corpo com a cabeça ao lado em uma região de mata. O primo de Clenilton reconheceu a vítima e disse que dias antes do assassinato, Clenilton teria furtado um carro e estava negociando por drogas com um trio. 

Mas, a negociação terminou em briga e o trio espancou a vítima com um extintor do carro o jogando dentro do porta-malas e o levando para o local onde o corpo foi localizado.

A vítima foi esfaqueada na barriga e decapitada. O trio não foi localizado.