O preso pelo assassinato de Ezequiel Gomes Pereira, de 29 anos, disse que não tinha intenção de matar. A vítima morreu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino, na manhã de domingo (5), após ser esfaqueado pelo atual marido da ex-esposa em Campo Grande.

Ezequiel foi assassinado com três facadas, no Bairro . O autor foi preso na casa da irmã horas depois pelo (Grupo de Operações e Investigações). Em depoimento, o autor contou que Ezequiel teria ido até a sua casa armado com uma faca.

Os dois entraram em luta e ele conseguiu desarmar Ezequiel desferindo os golpes para sua defesa, segundo ele. O homem passa por audiência de custódia nesta terça-feira (7), onde será determinada ou não a sua preventiva. 

O crime

Conforme testemunhas relataram à polícia, Ezequiel chegou à residência no Jardim Presidente em uma bicicleta e sem proferir nenhuma palavra teria dado um tapa no rosto do autor, neste momento, o homem pegou uma faca que tinha na cintura e correu atrás da vítima e efetuou vários golpes.

Ezequiel correu próximo a um tio que impediu que o homem continuasse as agressões. O autor fugiu e a vítima foi levada por testemunhas até a unidade de saúde com ferimentos nas costas e no braço, mas não resistiu e morreu. A faca nem o autor foram localizados. Como o local não ficou preservado, já que foi lavado por moradores, não foi possível realizar perícia.

Saiba Mais