Renilda Aparecida Paim da Silva, de 62 anos, morreu no início da tarde desta quinta-feira (23), depois de ser atingida por um carro que invadiu a preferencial no cruzamento entre as ruas Santo Augusto e Rosa Maria Lopes Couto, no bairro Vida Nova, em Campo Grande. A vítima foi arremessada ao meio fio.

De acordo com equipe da Polícia Militar, a condutora que dirigia um Honda HRV, cor branca, não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Ela seguia pela Rua Rosa Maria Lopes Couto, invadiu a preferencial e colidiu com a motociclista que estava em uma moto Honda Biz, de cor preta.

Testemunhas disseram que Renilda ainda estava viva quando o Corpo de Bombeiros foi acionado. Os militares tentaram reanimar a vítima, mas ela não resistiu aos ferimentos.

Familiares da vítima disseram à equipe de reportagem do Jornal Midiamax, que ligaram 35 vezes para o socorro, que chegou mais de uma hora depois da colisão.

Polícia Militar está no local e aguarda pela Perícia Técnica da Polícia Civil. A condutora será conduzida para a Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos sobre o caso.