Uma mulher, de 30 anos, foi arrastada pelos cabelos e estuprada pelo ex-companheiro, de 35 anos, nesse domingo (10) em uma cidade no interior de Mato Grosso do Sul. O homem já havia sido preso por descumprir medida protetiva e estava solto há 10 dias.

O suspeito estava alcoolizado e sob efeito de drogas, quando invadiu a casa da vítima para roubar um botijão de gás e trocá-lo por entorpecentes. Ao chegar na residência, a mulher deparou-se com ele, que não quis sair do local. 

Conforme o registro policial, ela foi agredida com socos, chutes e esganadura. O suspeito teria ligado um som em volume considerável para que ninguém escutasse ela pedir socorro.

A vítima conseguiu fugir, mas foi alcançada pelo ex, e neste momento teria sido arrastada pelos cabelos de volta à casa. O filho do casal, de 14 anos, teria presenciado parte das agressões e se trancou em um dos quartos para não ser agredido. Ele conseguiu ligar para familiares e pedir socorro.

O suspeito fugiu, mas logo depois foi encontrado escondido debaixo de uma cama de casal na casa da mãe. Ele foi preso e levado para a de Polícia Civil da cidade. 

A vítima passou por exame de corpo de delito, que confirmou as lesões corporais relatadas às autoridades policiais. O crime de estupro está sendo apurado por exames.

Saiba Mais