O general da Polícia Nacional do Paraguai, Ever Paris, que acompanha as investigações do assassinato do suboficial Victor Hugo Paredes, informou em coletiva de imprensa que o crime teria sido motivado por vingança. Três pessoas foram presas.

Segundo ele, há alguns, dias dois paraguaios e um brasileiro teriam se envolvido em uma briga com Victor. O crime aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (27).

Conforme noticiado anteriormente, Victor Hugo Paredes morreu no Hospital Viva Vida em Pedro Juan Caballero, depois de ser atacado em Zanja Pytã, cidade paraguaia ao lado de .

Os atiradores chegaram em uma moto e dispararam contra a vítima, que chegou a ser levada para o hospital, onde morreu logo em seguida, após dar entrada.