A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Campo Grande autuou uma mulher em R$ 3,5 mil, resgatou sete cães em situação de maus-tratos, encontrou plantas de maconha e quase 1 kg da droga no local.

Policiais realizaram no quintal de uma residência em uma chácara no bairro Chácara dos Poderes, após denúncias de maus-tratos a animais. Equipe foi ao local nesta terça-feira (14) à tarde e confirmou a denúncia.

Segundo a polícia, em frente à chácara, apesar de o portão estar aberto, não havia ninguém na casa, porém, a equipe ouviu gritos de cães aos fundos do quintal e ao verificar os Policiais avistaram uma cadela e seus seis filhotes que sofriam maus-tratos e se encontravam em situação de penúria.

Ainda de acordo com a polícia, os cachorros estavam debilitados, sem alimento, com desnutrição e não havia nem alimento e nem água para os bichos. Os animais foram apreendidos. Durante a captura dos animais, a equipe encontrou no local 10 vasos com plantas de maconha e sobre uma mesa um tablete com 800 gramas da droga. A perícia foi acionada ao local para análise dos produtos entorpecentes. Por meio da proprietária da chácara, a equipe conseguiu identificar a tutora dos animais, que não estava no local e os cachorros foram apreendidos e encaminhados ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para serem atendidos.

A droga foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil de Narcóticos e a tutora dos animais e dona da maconha, de 38 anos, residente na chácara, que ainda não foi encontrada, responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais e poderá responder por tráfico de drogas, dependendo das apurações dos fatos, cuja pena é de cinco a quinze anos de reclusão.

A pena para os maus-tratos é de dois a cinco anos de reclusão para maus tratos de cães e gatos. Ela também foi autuada administrativamente e multada em R$ 3,5 mil. Esta ambiental será julgada pelo Instituto de de Mato Grosso do Sul.

Saiba Mais