O militar reformado da Aeronáutica preso por aplicar o golpe do falso PIX em três óticas de Campo Grande foi liberado pela justiça na manhã desta quinta-feira (7). O militar foi preso em na terça-feira (5) pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Conforme apurado pela reportagem do Jornal Midiamax, o militar passou por audiência de custódia nesta manhã (7) e foi solto. No entanto, ele deverá seguir algumas medidas cautelares, como manter endereço atualizado e comparecer em todos os atos do processo judicial.

“Comparecimento pessoal e obrigatório em Juízo, mensalmente, para informar (em) e justificar (em) sua ocupação e comprovar seu endereço e proibição de se ausentar da comarca sem prévia comunicação ao juízo competente”, consta o processo.

Prisão

Com uniforme da aeronáutica, o militar entrou em uma loja localizada na Avenida Afonso Pena, no centro da cidade. No local, ele adquiriu três óculos e apresentou um comprovante de PIX no valor de R$ 3.560. O golpe não foi percebido pelo atendente.

Em seguida, ele foi a outra ótica localizada na Rua José Antônio, onde tentou aplicar outro golpe. O militar reformado pediu cinco óculos que totalizavam o valor de R$ 4.300, no entanto, o dono do estabelecimento estava no local e não identificou o pagamento.

Sem conseguir a mercadoria na segunda ótica, ele foi em uma terceira loja, em um shopping de Campo Grande. No local, ele pediu quatro óculos e apresentou um comprovante falso de PIX no valor de R$ 1.796,40.

Assim que os golpes foram identificados, a foi informada. O militar foi encontrado horas depois e preso no bairro Universitário. 

Saiba Mais