A Polícia Civil de investiga o estupro de uma menina de 4 anos, que era abusada pelo pai de 39 anos. A filha mais velha da mulher também contou que já tinha sido estuprada pelo homem que acabou preso. 

O Jornal Midiamax não revelará a cidade e nem o nome do autor para preservar a vítima segundo o que determina o ECA (Estatuto da e Adolescente).

Segundo informações obtidas pelo Midiamax, a mãe da criança procurou um no dia 19 deste mês depois da filha reclamar de dores nas partes íntimas e a mulher constatar que a região estava vermelha. Para a mãe, a menina contou que o pai havia ‘mexido' nela.

A mulher chegou a questionar o marido, com quem está casada desde 2017, e ele negou o crime. Mas, segundo a mulher, ela contou que em dezembro de 2022 a filha havia reclamado de dores e ela já tinha desconfiado do marido.

O médico disse à mãe que a criança apresentava sinais de ter sido estuprada e que não era recente. A menina ainda estava com corrimento e em data anterior a criança sofreu de infecção urinária. A mulher contou que o marido ficava em casa enquanto ela trabalhava.

A filha mais velha da mulher disse que quando morava com a mãe já tinha sido abusada pelo padrasto. O homem já tinha passagens por atentado violento ao pudor, e acabou preso.