Nesta quarta-feira (15), dois réus foram condenados pelo assassinato de John Hudson dos Santos Marques, em um Tribunal do Crime do (Primeiro Comando da Capital). A morte teria sido motivada por rixa entre a facção criminosa com o Comando Vermelho.

O Conselho de Sentença decidiu pela condenação dos réus Rodrigues de Souza e Elionai Oliveira Emiliano. Os dois foram denunciados por sequestrarem e assassinarem John em 14 de fevereiro de 2018.

Já em 2020 a dupla foi a júri popular, mas acabou absolvida pelo homicídio. Já nesta quarta, os acusados foram condenados. Assim, Tiago foi condenado a 23 anos e 5 meses e Elionai condenado a 22 anos e 3 meses de , ambos em regime fechado.

Os dois respondem pelos crimes de organização criminosa, homicídio qualificado e destruição de cadáver.

Relembre o caso

John Hudson dos Santos Marques, 27 anos, teria sido morto por ter ligação com a facção rival. Além disso, por se destacar no comércio de drogas e armas na região do bairro Zé Pereira, em .

Foi no mesmo bairro que ele desapareceu no dia 14 de fevereiro de 2019. Assim, investigação apontou que, no dia em que foi sequestrado, John foi atraído por suposto cliente.

Este teria encomendado certa quantidade de drogas por ligação. Ao se aproximar do carro em que estava o suposto freguês, John foi abordado por três suspeitos.

Depois disso, ele foi levado para uma casa no Bairro Mário Covas, onde foi ‘sentenciado’ e morto. Outros envolvidos no crime já foram condenados.

Saiba Mais