Jovem paraguaio de 20 anos foi executado a em , cidade a 396 quilômetros de Campo Grande, região de fronteira durante a tarde deste sábado (25).

A carteira e um celular do rapaz foram levados e o caso pode tratar-se de latrocínio, publicou o site News. Identificado como Alejandro Carrillo Giménez, ele foi morto a tiros no lado de Mato Grosso do Sul, na fronteira entre Brasil e Paraguai, entre as cidades de Coronel Sapucaia e Capitan Bado

O jovem é natural de Capitan Bado. Ainda não se sabe sobre os autores ou o motivo do crime. Conforme informações, Alejandro era trabalhador de uma empresa conhecida na região.