Willian Ferreira dos Santos, de 28 anos, morto na noite de sexta-feira (24) após ser surpreendido por um atirador que saiu de trás de arbustos na região do Bairro Cristo Rei, pode ter sido assassinado por engano. O crime aconteceu em Anastácio, cidade a 134 km de Campo Grande.

Wilian voltava da casa do sogro com a esposa em uma motocicleta, quando foram surpreendidos pelo assassino que saiu de trás de arbustos e efetuou diversos disparos. A mulher não foi atingida.

Em choque, ela permaneceu ao lado do corpo do marido até a chegada da polícia. Ela relatou não saber quem era o autor, mas que ele fugiu em um carro de cor preta.

Conforme apurado pelo site O Pantaneiro, a suspeita da polícia é que a morte tenha ocorrido por engano.

William era estudante do curso Superior em Tecnologia em Sistemas para Internet no IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) Campus Aquidauana.