Uma jovem, de 27 anos, procurou a para denunciar um motociclista por aplicativo, após ser assediada durante uma corrida, enquanto seguia para casa em Campo Grande. O caso aconteceu na madrugada de segunda-feira (4), mas foi registrado na tarde de terça-feira (5).

À polícia, o jovem contou que solicitou a corrida no Bairro Piratininga para o Bairro Aero Rancho. Ela então embarcou na moto, mas no meio do percurso, o motociclista tentou passar a mão em seu corpo e também tentou colocar uma das mãos da vítima na virilha dele. 

Assustada, ela disse que ficou em choque e sem reação, sendo que durante o restante do percurso todo ele tentou assediá-la. Quando chegou ao destino, ela desceu rapidamente do veículo e entrou na residência, quando escutou o suspeito dizer que sabia que ela morava sozinha naquela casa, o que a deixou ainda mais preocupada. O homem ainda ficou por mais um tempo na frente da residência e depois foi embora.

A mulher então entrou em contato com o aplicativo, que explicou o que seria feito em relação ao motociclista, e a orientou a registrar ocorrência na delegacia.

O caso foi registrado como importunação sexual na 5ª Delegacia, do Bairro Piratininga, em Campo Grande.

Saiba Mais