Rogério Pereira da Silva, de 27 anos, baleado um policial civil durante uma briga em uma boate em Dourados, cidade a 229 quilômetros de Campo Grande, na noite do último dia 1º de setembro morreu nesta quinta-feira (07) no Hospital da Vida. A boate fica localizada na Vila Industrial, periferia de Dourados. Rogério e outros três homens foram presos pela Polícia Civil por envolvimento em uma tentativa de homicídio.

Segundo a Polícia , eles estavam na boate, quando iniciaram uma briga com outro grupo no local, devido o jogo de sinuca, publicou o site Dourados News. Após a discussão, os desafetos de Rogério fugiram do local, porém eles encontraram posteriormente na Rua Monte Alegre.

Um policial civil de folga estava em uma lanchonete, quando viu a briga e ouviu um disparo de arma de fogo e a vítima, de 34 anos, correu para o interior do comércio.

O policial deu voz de prisão e atirou, acertando Rogério, porém, os dois suspeitos fugiram em uma pick-up VW/Saveiro. No banheiro, o policial encontrou a vítima. Em seguida, Rogério e o amigo deram entrada no Hospital da Vida, sendo Rogério em estado grave, onde ficou internado até falecer nesta quinta.