Nesta quinta-feira (16), Polícia Civil realizou a Operação Gunther Jakobs, cumprindo mandados de busca e apreensão e um de preventiva na região de , a 372 quilômetros de . Alvo da operação estaria ameaçando policiais e seus familiares.

Conforme as informações da polícia, foram 5 mandados de busca e apreensão, sendo que um resultou em prisão em em Ponta Porã. Também foram apreendidos objetos que estariam ligados aos crimes praticados pelos suspeitos na região de fronteira.

Além disso, foi cumprido mandado de prisão na zona rural de . Ele ameaçava policiais e suas famílias e foi detido.

A operação de combate ao tráfico de drogas teve participação de equipes do (Delegacia de Repressão de Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), Deleagro (Delegacia de Combate a Crimes Rurais e Abigeato) e SIG (Setor de Investigações Gerais) da 1ª Delegacia de Ponta Porã, além da 2ª Delegacia de Ponta Porã e Delegacia de Aral Moreira.

Gunther Jakobs, que dá nome à operação, é o professor que desenvolveu o modelo teórico de política criminal, que estabelece a necessidade de separar da sociedade aqueles que o Estado considera como inimigos, a exemplo dos integrantes de organizações criminosas.

Saiba Mais